Managed hosting: 5 vantagens que deve conhecer

Porque é importante investir em soluções de disaster recovery
5 Maio, 2017
IaaS: quando a infraestrutura de TI na cloud alavanca o negócio
18 Maio, 2017
Hosting

Fazer mais e melhor com menos recursos é palavra de ordem nas reuniões de administração e integra a mensagem que é transmitida, de forma transversal, dentro das organizações. No entanto, em cenários de elevada contenção orçamental, a regra do fazer mais com menos pressiona os gestores a repensarem planos de recrutamento e programas de inovação, uma vez que as margens libertadas se reduzem de forma incontestável. O dinheiro existe, mas a manutenção da infraestrutura que sustenta a operação terá sempre prioridade.

A grande questão será definir um plano de ação que permita sustentar a operação do negócio mas, ao mesmo tempo, continuar a possibilitar introduzir pontos de inovação que permitam às organizações não perder terreno no mercado concorrencial que, como é sabido, sofre pressões de todos os quadrantes.

O managed hosting surge neste ponto como uma alternativa válida que abre dentro da organização um capítulo de otimização na gestão da infraestrutura, libertando espaço para o crescimento de uma estratégia de inovação que sirva o presente e o futuro do modelo de negócio e, sobretudo, permitindo que os recursos se foquem inteiramente nos objetivos do negócio.

Monitorização de processos de negócio, gestão de sistemas operativos, de aplicações, de bases de dados, de web servers ou hardware são apenas algumas das possibilidades de managed hosting possíveis e que o IT manager pode subcontratar a parceiro especializado e, desta forma, canalizar o seu tempo para o desenvolvimento do negócio e inovação de processos da sua organização.

O IT manager terá a função de coordenar com o parceiro todos os passos do serviço, definindo e configurando os acessos necessários para que a transparência seja permanente entre quem gere internamente e quem administra no modelo de hosting.

Num cenário de winwin, os gestores tendem a olhar de forma mais atenta para o modelo de serviços managed hosting, repensando a aposta nesta vertente como um caminho para garantir a competitividade dos seus negócios.

As vantagens são inequívocas:

Redução de custos - a diminuição de custos é uma das vantagens financeiras típicas e uma das que maior destaque tem entre os gestores. A possibilidade de realizar a migração dos custos de OPEX para CAPEX permite que os orçamentos sejam planeados com um maior nível de previsibilidade.

Flexibilidade - o desenho, o planeamento, o deployment, a administração, os backups e as atualizações têm no modelo de managed hosting uma operacionalização proativa por parte do prestador de serviços, permitindo que a infraestrutura esteja sempre adaptada às reais necessidades das organizações e preparada para escalar.

Eficiência – os problemas surgem a cada nó da rede, a cada erro de configuração ou a cada falha de comunicação. Ter os sistemas sempre operacionais e a corresponder às solicitações do negócio é uma exigência transversal a toda a organização e o não cumprimento deste requisito pode representar, em determinado momento, a perda de terreno em favor dos concorrentes. Com um serviço de managed hosting os recursos das organizações deixam de ter como função “manter” os sistemas para gerar valor sobre a eficiência operacional de que passam a dispor sem falhas e de um parceiro que partilha a visão estratégica do negócio.

Disponibilidade – o modelo de managed hosting garante a disponibilidade 24/7 das infraestruturas e é sustentado por operações de suporte e monitorização remotas levadas a cabo por recursos com know-how especializado e certificado que asseguram a vitalidade dos sistemas e vigiam a ocorrência de eventos de forma proativa, evitando que estes afetem negativamente a operação do negócio.

Segurança – com os sistemas monitorizados 24/7, a segurança do managed hosting materializa-se não só numa menor exposição a eventos maliciosos e outras vulnerabilidades, mas também na flexibilidade, na eficiência e na disponibilidade garantidas pelo parceiro.

Para libertar recursos e gerar poupanças, o managed hosting sustenta um roadmap de vantagens que são incontestáveis nos planos de gestão. A diminuição e o controlo dos custos operacionais surgem no lugar cimeiro da lista, ou não fosse a componente financeira uma das mais apelativas aos olhos das administrações. A aceleração do deployment das infraestruturas, o aumento da eficiência e a maximização da disponibilidade e segurança são outras mais-valias que conduzem aos ganhos de operacionalidade que os IT managers querem acrescentar no reporting que é entregue regularmente ao board. A apresentação clara do valor que conseguirão anexar ao negócio é meio caminho andado para que a opção pelos serviços de managed hosting tenha o aval da administração.