Como mostrar ao CEO as vantagens na contratação de um parceiro externo para gestão da área de TI?

8 Agosto, 2018
4 diferenças entre backups e disaster recovery
23 Julho, 2018
Centralize a infraestrutura de TI e a sua gestão num só fornecedor e reduza custos
21 Agosto, 2018



Como mostrar ao CEO as vantagens na contratação de um parceiro externo para gestão da área de TI?

O outsourcing de serviços de gestão de TI é um tema cada vez mais popular junto das empresas de todas as dimensões. O conceito de contratação de um parceiro externo para a gestão da área de tecnologias da informação promete aumentar a competitividade, melhorar o negócio e poupar dinheiro.

Redução ou otimização de custos é a expressão mais ouvida pelo departamento financeiro em alturas de crise, de reorganização interna, de reorientação estratégica ou de resultados menos favoráveis.


Outsourcing de serviços de TI: um investimento estratégico para otimizar a estrutura da empresa

A escolha de um serviço de outsourcing de TI deve ser vista como um investimento estratégico, totalmente alinhado com os objetivos de negócio, que contribua para o crescimento da empresa em vários domínios. É importante que os órgãos decisores percebam onde está esta alegada poupança e quais as reais mais-valias dos benefícios para a otimização da estrutura da empresa.


Solução à medida das necessidades

O sobredimensionamento ou sob dimensionamento da infraestrutura e das soluções tecnológicas é um dos maiores problemas das empresas, além da obsolescência do parque de equipamentos e da gestão deficiente da estrutura devido à falta de competências.

O recurso a um parceiro externo dá acesso a uma solução desenhada à medida das necessidades de uma empresa, que pode a qualquer momento adaptar-se ao contexto de mudança da mesma, e ainda à mais recente tecnologia disponível no mercado, gerida por equipas especializadas.

Num mercado cada vez mais competitivo, o recurso a tecnologias e soluções modernas e avançadas pode ter um impacto positivo na produtividade, nos ganhos de qualidade e de eficiência e na redução de custos - fatores fundamentais para a criação de vantagem competitiva.


Maior flexibilidade, melhor tempo de resposta

Ao cuidado de um parceiro especializado, os sistemas de TI conseguem adaptar-se mais facilmente e rapidamente às necessidades e às constantes mudanças internas e do próprio mercado. Além disto, a equipa especializada tem os conhecimentos e as ferramentas para alterar e otimizar a estrutura da empresa ao desenvolver processos com mais rapidez, garantindo maior agilidade, tempos de resposta mais rápidos e períodos de inatividade muito mais curtos. Esta capacidade é crítica para uma organização reduzir perdas, aproveitar as oportunidades, mitigar ameaças e melhorar a experiência do cliente.


Otimização de recursos

A área tecnológica obriga as empresas a investimentos recorrentes, à formação e alocação de recursos com um know-how específico à área de TI, e à permanente gestão diária de inúmeras variáveis importantes, como a segurança, o armazenamento, os acessos, a comunicação e a modernização. Este modelo não só liberta as empresas destas obrigações e dos custos associados, como também coloca à disposição profissionais com conhecimentos multidisciplinares e sempre atualizados que conseguem garantir uma assistência permanente.

Com o outsourcing dos serviços de TI, a empresa pode realocar os seus recursos e focar-se mais no seu core business, na satisfação das necessidades dos seus clientes, e na sua estratégia de crescimento e de abordagem ao mercado, deixando a gestão da infraestrutura nas mãos de um parceiro especializado e de confiança, que garante toda a qualidade, segurança e continuidade dos serviços.


Paga o que está a usar

O outsourcing de serviços de TI aumenta a previsibilidade dos custos. A empresa passa a ter um custo mensal fixo (modelo as a service) que dá acesso a todas as soluções e serviços previamente contratados, ou seja, deixa de estar vulnerável a custos extraordinários decorrentes de problemas de funcionamento, ameaças, atualizações, entre outros exemplos. O risco está totalmente do lado do parceiro de serviços. É importante sublinhar que este valor mensal dá acesso não só a toda a tecnologia, mas também a uma equipa altamente especializada.


Os mitos da contratação de parceiros externos e a escolha do parceiro correto

Apesar das inegáveis vantagens associadas à contratação de um parceiro externo para gerir a área de TI, a verdade é que a passagem de uma área crítica para as mãos de terceiros causa por vezes algum desconforto junto dos decisores e levanta uma série de questões. Há princípios essenciais:

- Escolher um parceiro especializado e de confiança, certificado, com casos de sucesso e experiência comprovada, que consiga responder totalmente às necessidades da empresa e que tenha uma equipa de profissionais competente e preparada para responder rápida e eficientemente a todos os problemas e pedidos. A empresa nunca perde o controlo sobre os seus dados ou sobre o seu negócio. Estes estão apenas suportados por soluções mais eficientes garantidas por um fornecedor externo.

- Definir um bom contrato que especifique de forma precisa todos os níveis de serviço (SLAs) contratados. Devem ainda ser definidas as métricas e estatísticas através das quais os níveis de serviço podem ser medidos.

- Os níveis de segurança garantidos por um parceiro especializado e de confiança são maiores, tanto ao nível da proteção da informação contra ameaças, como da recuperação de dados. A nova regulamentação geral de proteção de dados – RGPD – reforça ainda mais esta questão.

O serviço não se torna mais caro a longo prazo. O parceiro garante não só a disponibilização, gestão e manutenção de tecnologia avançada, como também uma equipa especializada que acompanha permanentemente a evolução das tendências. Tanto a curto, como a longo prazo, a empresa teria que despender de mais dinheiro para assegurar com excelência todas as funções necessárias internamente, principalmente se as TI não estiverem ligadas ao seu core business.

Um dos objetivos, e simultaneamente maior desafio, do financial manager é otimizar a estrutura da empresa. A Ar Telecom é o parceiro externo certo para o ajudar a ultrapassar todas as metas. Com uma vasta experiência no mercado, uma equipa especializada com competências em áreas críticas e um portefólio de soluções avançadas e modernas, a Ar Telecom coloca ao serviço das empresas novas soluções tecnológicas e diferencia-se pela capacidade de oferecer uma convergência total entre infraestruturas de cloud pública, privada, híbrida, redes de comunicações e serviços de gestão de TI.

Veja aqui a melhor solução para as suas necessidades e subscreva a nossa newsletter para se manter a par das principais novidades de TI.